Comitê de Remuneração e Elegibilidade

Reporta-se ao Conselho de Administração e tem por finalidade assessorar aquele Conselho no estabelecimento da Política de Remuneração de Administradores e da Política de Indicação e Sucessão do Banco do Brasil.

É composto por cinco membros efetivos com qualificação e experiência necessárias para avaliar, de forma independente, os temas afetos à remuneração de administradores e à indicação e sucessão do Banco. Pelo menos um dos integrantes do Comitê não deve ser membro do Conselho de Administração ou da Diretoria Executiva (Estatuto, art. 34, caput e art. 34, §2º e § 3º).

A partir das disposições da Lei 13.303/16, o Comitê de Remuneração assumiu a responsabilidade sobre os assuntos relacionados à elegibilidade dos membros dos órgãos da  dministração, reforçando o comprometimento do BB com a qualidade e a transparência no processo de escolha dos membros do Conselho de Administração, de seus comitês de assessoramento e da Diretoria Executiva


Atualizado em 13/12/2018 às 01:58